Recolocação no Mercado de Trabalho: Entenda como funciona e como pode ser um processo de autoconhecimento

Recolocação no Mercado de Trabalho: Entenda como funciona e como pode ser um processo de autoconhecimento

21 de junho de 2019 Autonomia – Dicas Práticas Desenvolvimento Humano 0
Recolocação no Mercado de Trabalho

Que as disputas no mercado de trabalho estão a cada dia maiores, disso você já tem conhecimento. Seja pela alta taxa de desemprego, pela presença de profissionais capacitados, insatisfação no cargo atual ou por outros fatores. São milhões de brasileiros almejando uma nova oportunidade em sua carreira.

Existem diversas estratégias de recolocação no mercado de trabalho disponíveis, porém, é necessário avaliar se são realmente efetivas para o seu caso. O primeiro passo, sem dúvida começa em avaliar o que realmente importa para o seu futuro, definindo o que faz sentido para sua vida pessoal e profissional.

Independentemente do que desperta o seu interesse por uma nova oportunidade, esse processo de transição de carreira é envolto de sentimentos complexos, como por exemplo: ansiedade.

Por isso, pode ser interessante ter um planejamento, muita dedicação e estar seguro do que almeja para si nesse processo. Sem dúvida pode parecer muito complexo, porém existem algumas metodologias e ferramentas que podem trazer maior assertividade.

Vamos entender a seguir do que se trata, a seguir.

O que é e qual a importância da recolocação profissional?

O momento da recolocação não é necessariamente de descanso e sim de trabalho. Um profissional pode recorrer à recolocação por motivos diversos: demissão, insatisfação com a posição atual, busca de novos desafios na carreira, mudança de cidade, estado, etc.

Segundo dados recentes do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mais de 13 milhões de pessoas vivenciam esse momento atualmente em nosso país. Inclusive, 61% delas dizem aceitar um salário menor para voltar ao mercado, segundo pesquisa do SPC Brasil e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Por outro lado, entre executivos, as razões relacionadas podem variar. Muitos, por exemplo, almejam ascender a cargos superiores, buscar novos desafios ou mesmo encontrar um ambiente que proporcione equilíbrio entre a vida profissional e pessoal.

Independentemente da situação em que você se encontra, o importante é saber que esse é o momento de ação. Porém, para fazer um processo de recolocação profissional consciente e assertivo deve-se criar estratégias.

Antes de qualquer coisa é importante ter como objetivo estudar soluções para sua carreira. Quando se contrata um profissional para ajudar nesse processo, por exemplo, leva-se em conta quais as possibilidades do mercado, suas experiências profissionais e seus objetivos de forma personalizada.

Esses 3 pontos auxiliam a estabelecer os subsídios para suas estratégias dentro do processo. Mais do que uma orientação, esse processo é um direcionamento assertivo ao profissional.

Também existe a preocupação com o estudo do mercado. Além de entender quais cenários externos estão disponíveis é importante refletir sobre: de que forma você se apresenta para as empresas e qual o seu objetivo com esse processo de reposicionamento de carreira?

Pensar nessas questões podem ajudar a sistematizar um plano de recolocação no mercado, contribuindo para encontrar um novo emprego que consiga agregar valor ao seu desenvolvimento profissional e pessoal.

O que esperar de uma assessoria de recolocação no mercado de trabalho?

Ao contratar uma assessoria de recolocação no mercado de trabalho, você é orientado para a transição de carreira, o que ocorre de forma personalizada. Inicialmente, é traçado um planejamento estratégico com um objetivo específico e ações direcionadas à sua realização.

É importante ressaltar que a recolocação profissional vai muito além da elaboração de um currículo. É uma forma completa de gestão para sua carreira. Em todo o processo, você será acompanhado, mas o principal responsável pelo seu próprio sucesso será você e a sua motivação para tal.

É importante pontuar que a assessoria é mais um processo de autoconhecimento e apoio para o plano estratégico, mas não garante a recolocação.

Esse deve ser um processo que agregue valor para o momento em que está vivendo. Te ajudando a fazer uma autoavaliação do que você precisa, traçar metas e objetivos e entender quais são as vagas que estão realmente alinhadas com suas necessidades.

Como buscar ajuda para recolocação no mercado?

Iniciar um processo de recolocação pode ser desafiador independentemente do que tenha motivado a busca. Por isso, em muitos casos buscar uma ajuda externa pode ajudar a trazer confiança e assertividade nas escolhas.

Como enfatizamos neste artigo, você precisa estar muito bem preparado para dar o próximo passo na carreira. Para isso, você pode contar com a ajuda de consultorias e profissionais especializados.

Aliás, algumas práticas reconhecidas no mercado como o mentoring e o coaching também, podem contribuir para o seu desenvolvimento profissional e pessoal durante esse período.

Esse pode ser um processo interessante de autoconhecimento e consciência sobre o que realmente faz sentido profissionalmente em sua vida. A recolocação no mercado de trabalho pode ser uma oportunidade de alinhar seus objetivos de vida e carreira com a necessidade de uma organização.

Em breve, traremos dicas de como se preparar para a sua recolocação profissional!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *